Português - vol 2 - 1º ano

Caderno do Aluno
ensino médio 1º série
Português
Página 3
• na imagem 1 de Jan Sanders van Hemessen.
• o observador da obra vê Cristo como um homem cansado e sofrido. Também nota-se a insensatez humana, rostos grotescos ao redor de Cristo.
• na imagem 4 de Aleijadinho.

• A obra transmite uma forte impressão de movimento e o sofrimento de Cristo, seu olhar preocupado. A imagem que impressiona são as primeiras.
• Tais sentimentos são transmitidos pelo olhar, face, mãos e pelo gesto divino de Cristo.

Página 5

Exercício 1

I-figura 3
II- figura 4
III- figura 1 e 2

LIÇÃO DE CASA

1- Sofrimento de cristo , coisas sagradas

Página 6 

Leitura e Analise de Imagens

1-) Carregando sisal.
Um colhedor de sisal
Trabalho escravo, sem condições apropriadas
Sofrimento, tristeza, dor, esforço, lamentação.
Ser adulto antes do tempo, trabalhando para ter que sustentar a família, perder a infância, trabalhar obrigatoriamente

2-)semelhanças: os dois passam por dificuldades, dor, sofrimento, tristeza e muito esforço de si mesmo.
diferenças: Apesar de serem iguais em alguns sentidos, um passa por tanto sofrimento por conta do pecado que as pessoas infligem e o outro tem que passar por tudo isso para poder se sustentar.

3-) A religião independente do que seja fortalece para trabalhar dignamente

Página 8 e 9
Lição de casa

Reforçam -> ação no presente
Reforçaram -> término da ação / ação concluída

Página 8 

exercício 3

a-) A expressão traz fotos e fotos e fatos antigos assim com diz o texto

b-)Um olhar fotográfico sobre 50 anos de história

c-)Mostrar o olhar fotográfico do passado

d-)
* A amostra entre a produção brasileira e norte-americana de foto jornalismo

* Galeria Olido

*A partir do dia 10 de novembro as 15h

e-)Facilitar o entendimento das pessoas para visitar a exposição

Página 11

1 _ marcar I , II , e III

estão corretas : alternativa D, todas !.

Página 12 

2 (A)

3
A (b) ,
B (a)
C (c)

Página 14

Acho que Clotilde ,vai acabar iludida por Rodolfo Queiroz,que parecia ser um intelectual ,porém não é nada do que parecia.


1- Bem poucas , porque no conto realmente Rodolfo Queiroz era intelectual ,mas se tornou um louco...então a Clotilde acabou iludida por ele ,pensando que era um bom rapaz;mas no fim era um ogro que a espetava com alfinete./Considerei o conto ótimo ,porque baseava-se numa história real.


2-Sim, ocorre porque Rodolfo era um psicopata que tirava sangue de suas vítimas .
A minha opinião é que Rodolfo deveria ser processado , porque não é justo iludir as mulheres para poder satisfazer seus desejos,sua loucura.

Página 15 

2-
Usamos a palavra para nos expressarmos, para nos comunicarmos, para fazer palestras etc..Esses são exemplos da importância das palavras, porque sem as palavras não haveria uma comunicação correta.


Página 16

1
a. O estudo realizado ontem foi produtivo.

b. Admiramos os alunos estudantes

2
a. Meu objetivo é o termino do meu trabalho antes do final do dia.

b. Os brasileiros acreditam na continuidade da crise financeira


Página 18


1-)

(II)
(I)
(I)
(II)
(I)
(II)
(II)

2-)

Um folheto informativo de divulgação deve despertar a atenção do leitor. Para isso, é preciso, antes de prepará-lo, decidir qual será o foco de atenção. O foco é uma seleção feita entre o que se vai destacar no texto de acordo com o leitor visado. Ou seja, a quem se destina o texto é que vai priorizar aquilo que será focado como mais importante no texto.

3-)

a) (V)
b) (F)
c) (V)
d) (F)
e) (F)
f) (F)
g) (V)
h) (F)

Página 20

a) Todos querem que ele chegue na hora certa
b) Nós vimos entregar-lhe pessoalmente seus documentos.
c) Por favor, não agrida seus amigos dessa forma.
d) Eu aguo as plantas do jardim todos os dias.
e) Esperamos que ela parta bem cedo amanhã.

Página 21


1- b)
2- a)

Página 23

1- d)

Página 25

1-
a) (V)
b) (V)
c) (F)
d) (V)
e) (V)

3- c)

Página 26

4- a)
5-
I- d)

Página 27

II- d)

Página 28

2-
a) (A)
b) (D)
c) (C)
d) (B)



Página 31

1 -
• Sim porque usa-se palavras
• Um narrador em 1ª pessoa , porque ele começa .Levanto cedo .

3- ?

4 - O narrador é alguém com certa idade , é um jornalista trabalha a noite , e vê a vida passando .
5- O jeito do narrador é as informações no texto .
6- é uma sociedade comum , com protestos , padeiros , jornalistas , e etc..

7 - Res : (B) lavages- proibiram – descansado
via: 100 Repetentes

PAG 31

2. O padeiro e as empregadas ( que dizem que não era ninguém )
Um padeiro que ia entregar os pães e gritava que não era ninguém.
Ocorre num prédio.
De manhã, pois é a hora que o padeiro leva os pães.
Que o autor recebeu a lição de humildade daquele padeiro.

4. O narrador tem por volta de uns 50 anos, ele vê a vvida de um jeito simples fazendo jornal.

5. ''Ah, eu era rapaz, eu era rapaz naquele tempo.!"

6. É uma sociedade comum, com protestos, padeiros, jornalistas, etc...

7. (B) lavagens - proibiram - descansado