Inglês - vol 3 - 2º ano


Caderno do Aluno
ensino médio 2º série
Inglês

                                                      

SITUATED LEARNING 1

STEREOTYPES AND PREJUDICE



Páginas 4 - 5
1.
     a) Japanese
     b) French
     c) Brazilian
2. Japanese people are intelligent and disciplined. French people are romantic and good
     chefs. Brazilian people like football and Carnival. (Os japoneses são inteligentes e
     disciplinados. Os franceses são românticos e bons chefes de cozinha. Os brasileiros
     gostam de futebol e Carnaval.) Essas são apenas respostas possíveis. Aceite outros
     estereótipos sugeridos pelos alunos.
3. A sequência é (c), (d), (a), (f), (b) e (e).
4. Resposta aberta: os estereótipos atribuídos aos asiáticos e italianos podem ser
     considerados positivos, mas os alunos podem discordar. Caso isso ocorra, peça que
     justifiquem seu ponto de vista.
5. Resposta aberta.
6. A sequência é (b) e (a).
7. Resposta aberta. Os alunos podem narrar experiências de preconceitos ou mesmo
     lembrar programas de TV/filmes que contenham imagens preconceituosas. Se você
     perceber que, para expressar a opinião em inglês, os alunos acabarão discutindo a
     questão muito superficialmente, sugira que debatam a princípio em português e, ao
     final, sintetizem as opiniões do grupo por escrito, em inglês.




Páginas 6 - 7
1.
     a) stereotype
     b) generalization
     c) image
     d) behavior
     e) impression
     f)   children
     g) understand
2.
     a) cars
     b) dolls
     c) romantic
     d) stupid
     e) intelligent
     Observação: como justificativa, os alunos podem sugerir pessoas que conhecem e
     que têm características e gostos totalmente diferentes daqueles apontados nos
     estereótipos.
3.




4.
     a) Argentinian
     b) Portuguese
     c) Paraguayan
     d) American
     e) Italian
     f)   Japanese


  As respostas variam, mas, na justificativa, é importante que os alunos percebam que
  os estereótipos são construídos com base em uma generalização, como se todos os
  cidadãos fossem iguais. Eles refletem uma visão monolítica, que não leva em conta a
  apreciação da diversidade. Conhecer melhor o outro é um primeiro movimento para
  superar essa visão.

SITUATED LEARNING 2

STEREOTYPES AND PREJUDICE IN THE MOVIES


Páginas 8 - 10
1. A sequência é: (c), (b) e (a).
2. Scene 1: espera-se que as mulheres se casem e tenham filhos enquanto ainda são
     jovens. Elas não precisariam estudar.
     Scene 2: preconceito contra quem não é grego. O pai quer que sua filha se case com
     um grego. Quando afirma: “It is a mistake to educate a woman” (“é um erro educar
     uma mulher”), ele provavelmente quer dizer que, se uma mulher estudou, ela é capaz
     de pensar por si mesma e fazer diferentes escolhas, como se casar com uma pessoa
     de outra nacionalidade, com alguém que não seja grego.
     Scene 3: o pai e a irmã de Mark demonstram que são contra a ideia de meninos
     brincarem com bonecas. Seu pai provavelmente influenciou sua irmã a respeito
     disso.
3. It is about stereotypes in the movies. (O texto fala de estereótipos no cinema.)
4.
     a) O diretor aponta os estereótipos baseados em profissão, religião, gênero, raça ou
     idade (profession, religion, sex, race or age). É possível ver, por exemplo, muitos
     filmes em que os negros são grandes atletas, os estrangeiros são vilões, os italianos
     são barulhentos e falantes, os adolescentes são mal-educados e estão sempre em
     grupos, as mulheres loiras são burras, entre outros exemplos (many movies where
     black people are great athletes, foreigners are villains, Italian people are loud, teens
     are uncivil and always grouped in gangs, blonde women are dumb, and many
     others).
     b) De acordo com a opinião do diretor, as crianças não são capazes de entender
     estereótipos porque não têm o mesmo nível de pensamento crítico dos adultos.
     c) De acordo com Mr. Koch, as crianças devem ver filmes com foco na amizade e
     no respeito mútuo entre homens e mulheres. Ele aponta ainda o fato de que filmes
     estrangeiros são ótimos para compreender outras culturas, etnias e religiões.
     d) Shark tale – O Espanta tubarões.
     e) Provavelmente “a magazine about movies” ou “a magazine for parents”, porque
     o diretor dá conselhos aos pais dizendo: “Maybe parents should teach their children
     to recognize the stereotypes and understand how they can possibly influence people”
     (“Talvez os pais devessem ensinar seus filhos a reconhecer os estereótipos e
     compreender como eles podem influenciar as pessoas”).




Páginas 11 - 12
1.
     (F)
     (F)
     (T)
     (T)
     (F)
2.
     (x) I think,
     (x) I don’t agree,
     (x) I don’t think,
     (x) I guess
     (x) I understand that,
3. A sequência é (b), (d), (a), (e) e (c).
4. A sequência é (c), (e), (d), (a), (f), (b).


 SITUATED LEARNING 3

 ASK AN EXPERT: WHAT SHOULD I DO?



Página 13
1. É uma revista para adolescentes, o que se percebe ao se analisarem os assuntos das
     cartas, a idade dos leitores que as escrevem e o nome da revista no rodapé (Teens).


Expansion activity 1

Páginas 14 - 15
1.
     a) Elas falam de problemas pessoais. (They talk about personal problems.)
     b) to ask for advice
     c)   Life Advice. As cartas mostram que as pessoas estão procurando algum conselho
     ou ajuda quando dizem: “I don’t know what to do”; “What should I do? Help me,
     please”; “What can I do?”.
     d) Meg não consegue incluir uma garota no grupo, não consegue fazer amizade
     com ela. A garota lhe dá as costas ou finge que não a vê. Ela não sabe o que fazer.
     e) Laura tem o hábito de roer as unhas quando está ansiosa ou nervosa. Não sabe o
     que fazer para parar.
     f)   Jordan está ficando viciado em computador. Passa todo o tempo na frente do
     computador conversando ou surfando na net. Não faz mais a tarefa da escola.
2. Sequência (b), (c) e (a).


Expansion activity 2

Páginas 15 - 16
a) “I don’t know what to do.”; “I really don’t know what to do…”; “What should I do?;
     “ Help me please”; “What can I do?”; “What should I do?”.
3. Alternativa a.
     Observação: Should, must e might podem ser utilizados para aconselhar, dizer o que
     você pensa ser uma boa ou má ideia para alguém. Eles expressam intenções
     diferentes, por exemplo: You might talk to him (Você pode falar com ele – indica
     possibilidade, uma recomendação branda); You should talk to him (Você
     deve/deveria falar com ele – indica uma recomendação); You must talk to him (Você
     deve/tem de falar com ele – indica dever, uma recomendação forte).
4. Resposta aberta. Motive-os a escrever frases simples e diretas, usando os verbos
     modais e o imperativo. Eles podem utilizar dicionários, consultar outro grupo ou
     você, professor.
5. It is a hypothetical situation.
6. Respostas possíveis:
     b) If I were Meg, I would stop talking to that girl.
     c) If I were Laura, I would visit a doctor to ask for help.
     d)    If I were Jordan, I would have an extra activity outdoors.




Páginas 17 - 18
1.
     (F)
     (T)
     (T)
     (F)
     (F)
2.
     a) Maybe you should take an umbrella.
     b) You might call him to make up.
     c) The first thing you must do is to talk to the teacher.
     d) You should go on a diet and walk a lot.
     e) You might try to talk to her and explain the situation.
3.
     a) I miss
     b) don’t use
     c) had
     d) I won’t
     e) I wouldn’t drive
4.
     a) If you want to see a movie, I will buy the tickets for tonight.
     b) If I were you, I would talk to him about the problem.
     c) Would you feel embarrassed if a girl asked you out?
     d) If I were you, I would call the fireman for help.
     e) What would you do if you won the lottery?


SITUATED LEARNING 4

PRODUCING LETTERS



Páginas 19 - 21

   Os alunos trabalharão em grupos de quatro ou cinco para produzir pequenas cartas
destinadas à seção “Pergunte ao especialista” de uma revista: duas cartas pedindo
conselhos e duas cartas dando conselhos. Haverá grande variação entre os textos, mas é
importante que você ajude os alunos a:

   •    seguir as etapas propostas no Caderno;
   •    retomar o material estudado e produzido até este momento (como as cartas que
   estão na Situação de Aprendizagem 3);
   •    ter atenção para a organização do gênero carta para pedir e dar conselhos: a) na
   carta para pedir conselho, deve-se descrever o problema e terminar a carta pedindo
   conselho por meio das seguintes frases: “What should I do?”, “Help me, please!” ou
   “What can I do?”; colocar o nome do leitor e sua idade; b) na carta para dar
   conselhos, deve-se inicialmente apresentar o possível conselho, bem como usar
   verbos no imperativo ou verbos modais para dar conselhos objetivos e curtos
   (should, must e might).
   •    desenvolver o processo de: escrita do rascunho, reescrita com base na correção
   (dos colegas e/ou do professor) e edição da versão final.


Página 22 - 23
1. As respostas podem variar. O objetivo é que o aluno pense nas diversas variações da
   língua portuguesa.
2. A definição de um padrão correto está associada às relações de poder e de prestígio
   de uma comunidade específica de falantes. Por exemplo, no Brasil, pode-se observar,
   nos noticiários apresentados pelos canais de TV, que a variação linguística escolhida
   é característica da região Sudeste (São Paulo e Rio de Janeiro).

3. No Brasil, há diferentes variações de sotaque que sofrem preconceito, como, por
   exemplo, o sotaque das pessoas que moram no interior, em Minas Gerais, no Rio de
   Janeiro e nas regiões Sul e Nordeste.
4. As respostas podem variar. Discuta com os alunos o que é preconceito linguístico
   (atitude que consiste em discriminar uma pessoa por seu modo de falar).


Think about it!

Página 23

   As respostas podem variar. O objetivo é que o aluno pense nas possíveis variações do
inglês que está aprendendo: seria American English (inglês americano), British English
(inglês britânico), standard English (inglês-padrão) ou English as a foreign language
(inglês como língua estrangeira)?




Páginas 24 - 25

   Exemplo de preenchimento do Vocabulary Log com base na palavra stereotypes, que
aparece nas Situações de Aprendizagem 1 e 2.


                                                Situated Learning 2

                                                                             - generalization
     - to have a fixed idea
                                                                             - nationalities
                                           
     about what a particular
     type of person is like
     - estereótipos                                 stereotypes


                                                                                Association, example or picture
                                     
     Definition or translation

       Sentence                 Stereotypes and prejudice in the movies.
       from the text