História - vol 3 - 2º ano


Caderno do Aluno
ensino médio 2º série
História

Página. 03

A) TERCEIRO ESTADO: Composto por aqueles que não integravam a nobreza e o clero, representado por burgueses e camponeses que, devido sua origem humilde dentro do contexto ESTAMENTAL, possuíam poucos direitos e muitos deveres como o de trabalhar e pagar impostos.
B) JACOBINOS: Revolucionários franceses que tiveram suas posições radicalizadas sob o comando de Robenspirre.
C) GIRONDINOS: Republicanos considerados moderados, representantes de alta burguesia francesa.
D) ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE (julho de 1789 a setembro de 1791): Fim da servidão e dos privilégios feudais para o clero e a nobreza.
E) DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM E DO CIDADÃO (agosto de 1789): Direitos assegurados perante a lei.

Página 3

a) pessoas que não faziam parte do clero (Primeiro Estado) nem da nobreza (Segundo Estado), ou seja, eram camponeses, artesãos, comerciantes, profissionais liberais, e burgueses.
b) membro do Clube Jacobino, clube maçônico francês com representação nos Três Estados e, depois, na Assembléia Nacional Francesa.
c) um grupo político moderado, chefiado por Jacques-Pierre Brissot (1754-1793) durante a Revolução Francesa. Compreendia junto com os Jacobins (liderados por Robespièrre) e Cordeliers (por Danton) o Terceiro Estado, e ocupavam o lado esquerdo da Assembléia, ficando o direito para o Clero (Primeiro Estado) e Aristocracia (Segundo Estado).
d) constituição criada pelo terceiro estado que limitava os poderes do rei, e eliminava os privilégios do primeiro (clero) e segundo (nobreza) estamento ou estados.
e) proclamação das liberdades e dos direitos fundamentais do Homem (ou do homem moderno, o homem segundo a burguesia) de forma ecumênica, visando abarcar toda a humanidade.

Pág. 3

a) composto por aqueles que não integram a nobreza e o clero, representada por burgueses e camponeses que devido sua origem social humilde dentro do contexto estaminal possuíam poucos direitos e muitos deveres, como o de trabalhar e de pagar impostos
b) revolucionários franceses que tiveram suas posições radicalizadas sob o comando de Robespierre
c)representantes considerados moderados da alta burguesia francesa
d) o fim da servidão e dos privilégios feudais para o clero e a nobreza
e)direitos assegurados pela lei

Pág. 4

f) regulamentação do clero transformando seus membros em funcionários do Estado e confiscando seus bens
g) redução do poder real(sujeição dos reis as leis, tripartição dos poderes e disserção de impostos do clero e da nobreza)
h)assembléia formada por deputados girondinos, jacobinos e da planície
i) vto universal masculino, escolas publicas, garantia dos direitos e assistência a desamparados socialmente.
j) período marcado pelo domínio jacobino nos meios judiciais e econômicos e por um grande número de execuções
k) é o recuo em relação aos direitos civis da constituição anterior.

Página 4

f) conjunto de leis aprovadas pela Assembléia Nacional Constituinte Francesa em 12 de Julho de 1790, visando reorganizar a igreja francesa, transformando os sacerdotes católicos paroquiais em "funcionários públicos eclesiásticos" e foi extinguido o Clero Regular.
g) regime político que reconhece um monarca eleito ou hereditário como chefe do Estado, mas em que uma constituição (série de leis fundamentais) limita os poderes do monarca.
i) assegurava ao povo:
- Direito ao voto
- Direito de rebelião
- Direito ao trabalho e a subsistência
- Continha uma declaração de que o objetivo do governo era o bem comum e a felicidade de todos.
j) resposta drástica do governo, na tentativa de controlar o país, matando quem se opunha.

Pagina 5

A)- Liberdade:O direito à liberdade não é igual a todos, visto que dependendo da colocação de cada indivíduo no mundo dos fatos, posso ter minha liberdade mais limitada que de outros.
Ser livre não consiste em fazer o que se quer, mas fazer o que justamente se deve fazer e abstendo-se de fazer algo que limite injustamente a liberdade de outrem.
Há limites para liberdade. Como disse Baruch Espinosa: Eu sou eu e minha conseqüência. Ou seja, minha liberdade deverá acompanhar meu agir meu pensar e de todos os fatos e atos que influem nela.

B)- Igualdade:Igualdade é a inexistência de desvios ou incongruências sob determinado ponto de vista, entre dois ou mais elementos comparados, sejam objetos, indivíduos, ideias, conceitos ou quaisquer coisas que permitam seja feita uma comparação.

Sim, é possível, "todos são iguais perante a lei".

O da igualdade na lei, a qual é destinada ao legislador, ou ao próprio Executivo, que, na elaboração das leis, atos normativos, e medidas provisórias, não poderão fazer nenhuma discriminação.
E o da igualdade perante a lei, que se traduz na exigência de que os Poderes Executivo e Judiciário, na aplicação da lei, não façam qualquer discriminação.

Igualdade de direitos entre gêneros, classes, etnias, orientações sexuais etc...

A igualdade consiste no aforismo todos são iguais perante a lei. Almeja submeter todas as pessoas físicas e jurídicas ao império da lei e do direito, sem discriminação quanto a credos, raças, ideologias e características socioeconômicas, opondo-se a privilégios legais baseados no status social e prestígio político.

Este princípio, como todos os outros, nem sempre será aplicado, podendo ser relativizado de acordo com o caso concreto. Doutrina e jurisprudência já assentam o princípio de que a igualdade jurídica consiste em assegurar às pessoas de situações iguais os mesmos direitos, prerrogativas e vantagens, com as obrigações correspondentes, o que significa tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais,nos limites de suas desigualdade

B)- visando sempre o equilíbrio entre todos.

"Tratar os desiguais na medida da sua desigualdade", a fim de oferecer proteção jurídica especial a parcelas da sociedade que costumam, ao longo da história, figurar em situação de desvantagem, a exemplo dos trabalhadores, consumidores, população de baixa renda, menores e mulheres.

Pagina 6

C)- Fraternidade é amor ao próximo, solidariedade, compaixão.

Existem várias formas de expressá-la, de vivenciá-la, colocá-la em prática : participando de campanhas de arrecadação de agasalhos e mantimentos, fazendo trabalho voluntário, integrando-se a algum grupo ou ONG...

Pág. 5 e 6

a) R:a liberdade pode ser entendida como um direito de todos, de auto determinação mais que se acaba quando a liberdade do outro começa, o direito de liberdade é para todos e igual ainda que por vezes desrespeitada, a liberdade não é a pessoa fazer o que melhor lhe convêm mais dentro das regras da sociedade.

b) R: igualdade é um direito de todo cidadão previsto por lei sendo todos iguais perante a sociedade, mais que não vem sendo respeitada pelas pessoas, em uma sociedade onde rico e pobres não são tratados de forma igual e justa não há uma igualdade social mais uma desigualdade social que da privilégios para os de classes altas desfavorecendo os pobres.

c) R: a palavra fraternidade está ligado as idéias de liberdade e igualdade, na sociedade a fraternidade pode ser representada atrávez de todas as pessoas serem tratadas iguais, com respeito , com dignidade.

pagina 7

a imagem a: representa um imperador romano com muita riqueza;glamour;e com roupas glamurosas.
a imagem b: mostra napoleao em um ano de triunfo; há uma pessoa agachada a seu pé e outra pessoa colocando uma coroa em sua cabeça.isso mostra um pouco de poder que ele excercia em sua monarquia

Página 7 e 8

Lição de casa

R: eles lutavam porque queriam ter o poder político

você aprendeu ?

2 R: A
3 R: A
4 R: C

Pág. 9

4. C

Pág. 8

2. D

PAG 10

FILMES PARA DOWNLOAD:

Danton - O Processo da Revolução; RMVB; 499M; Legendado.
http://megaupload.com/?d=ATGXKKV5

Maria Antonieta; RMVB; 393M; Legendado.
http://megaupload.com/?d=FVIFYDNU

PAG 12 

1)= Espanhol - Fragmentação, Portugal - Centralização

2A) Estados que estão se formando, mas não é possível, por que climas remotos, situações diversas, interesses opostos e diferentes características dividem a América.

B)CLIMAS REMOTOS= disparidade no tempo, clima.

SITUAÇÕES DIVERSAS= a lealdade de algumas regiões a monarquia espanhola e os diferentes processos de independência com o Paraguai e o México.

INTERESSES OPOSTOS= a política começa a oferecer interesses em relação a política, economia.

LIÇÃO DE CASA 


PAG 13/14

☻QUAIS SÃO OS MOTIVOS DA MANUTENÇÃO DE NOSSAS UNIDADE TERRITORIAL?

RESPOSTA: Nosso território permaneceu unido para facilitar o governo, e a igreja também influenciava bastante, o rei não queria dividir as terras por medo de perder as riquezas que aqui encontrou, e a cultura Tami ajudou nessa centralizão.

☻COMO O PROCESSO SEPARATISTA BRASILEIRO SE DIFERENCIA DOS VIVIDOS PELOS VIZINHOS?
RESPOSTA: O Brasil se diferencia de seus vizinhos na parte em que ele se separou em Estados e não em paises. O motivo pelo qual permaneceu unido era manter a autonomia administrativa do país.

PAG 16

LIÇÃO DE CASA 

1) A colonização passou a ser questionada nos séculos xviii(18) e xix(19), pois haviam muitos privilégios e abuso de poder, alem do controle do comercio e da empresa, circunstância que também passavam a ser questionadas pelas elites crioulas.

2) Iluminismo e o liberalismo influenciaram a criação de republicas e as lutas pela independência.

PAG 17

3
A) Por ser entendida como exploração, refere-se ao domínio colonial mercantilista português no Brasil.

B) Não houve alteração na estrutura escravista no Brasil independente, a escravidão continuou sendo a base da força de trabalho.

VOCÊ APRENDEU?

1) B
2) E

PÁG 18

" você aprendeu" 

1º ( C )
2º ( a )

PAG 25 

O QUE EU APRENDI... 

Eu aprendi que as máquinas tomaram conta do mercado de trabalho substituindo a mão-de-obra do homem. E também sobre a alienação do trabalho,onde o operário não havia consciência de seu papel na sociedade causado pelo afastamento do trabalhador de seu objeto de produção.

Pág. 26 

Pesquisa individual

Quem foi Karl Marx?

Idealizador de uma sociedade com uma distribuição de renda justa e equilibrada, o economista, cientista social e revolucionário socialista alemão Karl Heinrich Marx, nasceu na data de 05 de maio de 1818, cursou Filosofia, Direito e História nas universidades de Bonn e Berlim e foi um dos seguidores das idéias de Hegel.

Onde nasceu?

Alemanha, dia 05 de maio de 1818 e faleceu em Londres, Inglaterra em 14 de março de 1883.

Qual é a relevância de sua obra ?

obra : " O Capital " - livro publicado em 1867

Relevância de sua obra: Tem o tema principal a economia. Seu livro mostra estudos sobre o acúmulo de capital, identificando que o excedente original pelos trabalhadores acaba sempre na mão capitalista, classe que fica cada vez mais rica à custa do empobrecimento do proletariado.

PAG 27/28

1)AÇÃO HUMANA. O trecho a seguir quer dizer que o filósofo vê um mundo totalmente diferente da realidade, que no qual eles queriam transformá-lo, mas não consegue por que cada um tem um modo de pensar.

LUTA D CLASSES-Aqui quer dizer que sempre houve as lutas, os pobres querendo deixar de ser empregados, oprimidos, e os patrões cada vez mais ricos pela exploração dos empregados e as guerras revolucionarias pela liberdade sem resultado. Continuando tudo do mesmo jeito.

BURGUESIA PROLETARIADO- A sociedade dividiu-se em duas classes sociais o patrão e o empregado.

2) Ele define como trabalho alienado, o produto do trabalho, é uma entidade autônoma e exterior do próprio trabalhador, ou seja, processo de alienação.

PAG 29/30

4) Hierarquia é a diferença entre os cargos e anarquia é a sociedade que não tem governo.

5) C
EXPLICAÇÂO DA QUESTÂO 5- C porque comete crimes e não é punido.(anarquia)
e o restante das questões (a,b,d) é hierárquico porque pode ser preso. (GENTE NÃO SEI SE É EXATAMENTE ISSO OK!)

LIÇÃO DE CASA

TEXTO= Em minha opinião não existe ninguém melhor do que você, para saber o que é certo e errado, o que é bom e o que é ruim ou o que quer que seja. Vamos, chega de poder sobre o homem!
A anarquia por ser um item político que prega basicamente a liberdade em sua mais pura forma, não pode aceitar de forma alguma, qualquer tipo de governo a não ser o autogoverno, ou seja, o governo das pessoas por elas mesmas.

PAG 31/32 

VOCÊ APRENDEU?

1) Uma delas foi a emigração de camponeses pobres e miseráveis para a América. Mas eles não queriam ir por causa de suas tradições de terra e dificilmente seriam atraídos para a America para se tornarem assalariados rurais.

2) A

3) B

4) C
 
via: 100 repetentes