Filosofia - vol 1 - 2º ano


Caderno do Aluno
ensino médio 2º série
Filosofia
Pág. 3

1- Prove que você existe
Tenho consciência, penso. Além de pensar, posso usar os sentidos: tato, olfato, audição e visão.

Prove que você não está em um sonho
Estou raciocinando, diferente de quando estou dormindo, sonhando.


Pág. 3

Prove que você existe? 

R: Se possuo a capacidade de mental de pensar, sobre minha existência isso apenas prova que sou racional e humano.

Prove que você não está em um sonho?

R: No sonho é um mundo ilimitado e imaginário já na vida real tudo sempre tem limites e conseqüências

Pág. 4

Prove que você não é uma lembrança do passado...

R: O passado não tem como ser mudado, já os seus planos para o futuro e o presente.
Pode e muitas vezes devem ser mudadas.

Prove que você não é um programa de computador

R: Um programa de computador é seguido de regras e sem capacidade para
Escolhas afinal ele só exerce funções já em nossa vida, podemos optar e escolher sobre nossas decisões.

Pág. 4

Prove que tudo o que você está vivendo hoje não é uma lembrança
*sou jovem, e nasci há 16 anos.

Prove que você não é um programa de computador
*Não sou um computador, pois tudo que esta em volta de mim é real.

PÁGS 3 & 4 

1* PROVE QUE VOCÊ EXISTE.
A partir do momento que pensa, se estou pensando é porque existo.

2* PROVE QUE AQUI NÃO É UM SONHO.
Em um sonho uma pessoa tem todas as sensações, medo, frio, calor,pode até sentir perfumes.Mas uma coisa não ocorre,sentir dor. Se sinto dor não estou sonhando.

3* PROVE QUE TUDO QUE VOCÊ ESTA VIVENDO HOJE NÃO É UMA LEMBRANÇA, POIS VOCÊ NÃO É UM VELHINHO. 
Velhinhos não tem lembranças tão nítidas e tão completas.Muitos tem até falta de memória. Se vivo neste mundo e vejo tudo,sinto tudo com clareza,eu não sou um velhinho.

4*PROVE QUE VOCÊ NÃO É UM PROGRAMA DE COMPUTADOR, PROGRAMADO PARA PENSAR ESTA REALIDADE.
Um programa não seria capaz de fazer uma pessoa pensar a ponto de fazer suas próprias escolhas e ter sensações, sentidos inrecriáveis como o amor.

Pág. 5

Quadro - Como pode provar que existo

-Acordar
-que vivi
-
-poderia ser programado para sentir
-teria lembranças
-existo.

Pág. 5

Quadro: Como posso provar que existo

*eu penso
*eu existo
*eu penso
*eu penso
*eu penso
*eu penso


Pág. 06

1)a- Por que os sentidos podem nos enganar.

Página 6

Lição de casa

1.
a) Queria viver racionalmente e por isso ele procurava colocar em dúvida tudo que era proveniente falso .

b) Na tentativa de provar e justificar como uma verdade, que pudesse imaginar sem nenhuma sombra de dúvidas.

c) Para ele tanto faz sonhar como pensar. É necessária a comparação através do raciocínio para ouvir uma verdade absoluta.

d) A única coisa que pode ser verdade absoluta é que nós existimos.

e) Hoje ter passado por um passado, por um questionamento.


Pág. 07

c- Até que se prove que eles não são verdadeiros.
d- Por que é o pensamento que prova que você existe.

Página 8

Pesquisa Individual

Razão:
A faculdade de raciocinar, compreender, ponderar, ajuizar, etc. A racionalidade instrumental permite, perante fins dados, determinar os melhores meios para os atingir (restante é opcional) por exemplo, quando tenho sede e sei que há água na cozinha, um meio de matar a sede é ir à cozinha.

Existência:
1. Ato de existir; estado do que é ou do que existe.
2. Vida.
3. Ente, ser.
4. Realidade.

Percepção:
A percepção é o modo como tomamos consciência dos objetos, em especial daquilo que nos é dado pelos sentidos.

Página 9

Juízo:
Juízo é o ato de estabelecer uma relação entre um sujeito e um predicado, que costuma simbolizar-se como "S é P"; por exemplo: "Sócrates é mortal", isso na lógica aristotélica.


Pág. 10 

Faculdade do intelecto FESTA
Juízo 1 Percepção2 Razão 3

1. Ter a consciência do errado e do certo. Saber agir em momentos controlar as emoções.

2. Sentir Certeza sobre o modo de agir. Agitar, dançar se emturmar, Participação da festa.

3. Qual o tema da festa adequação da roupa, comportamento e controlar as emoções.


Prova
1

Escrever com uma letra legível, fazer silêncio isso ajudará a você e a seu amigo estudar sobre o assunto e não colar de ninguém.

2
Saber a matéria ter um conhecimento sobre o assunto e avaliar as respostas

3
Respostas claras, legível, Saber se avaliar no comportamento compreensível, calmo certeza Não se sentir inseguro.

Comprar Roupa

1
Ter consciência sobre o que usar cor, comprimento, preço e se esse dinheiro gasto não fará falta ..

2
Saber o que vai comprar fazer uma combinação na cabeça ter uma idéia ver se é aquilo mesmo o que você quer..

3
Saber se é o que quer, o que procura, ser decidido, ter consciência de quanto vai gastar Comprar só se gostar.

Escolher um curso

1
Estudar bastante concluir o curso até o fim ser prestativo e ter uma evolução

2
Ter conhecimento no assunto saber lidar com todos os momentos ser compreensivo Fazer valer a pena ...

3
Ser determinado concluir o curso até o fim, saber a sua atuação comportamento e certeza do que é o que quer ..


Cortar o Cabelo

1
Não tomar uma decisão precipitada

2
Pensar sobre o comprimento ter uma visão de como ficará saber se é realmente o que quer e ser determinado

3
Ficará curto mas Crescerá !!! Ser compreensivo se em caso não gostar.
a decisão foi sua !!

Votar

1
Não levar a brincadeira o futuro de seu pais ou cidade esta em suas mãos.

2
Pesquisar o passado de o candidato Ter um segundo plano

3
Ter certeza se beneficiar ou sofrer as conseqüências dos seus atos assumir o seu erro

Pág. 11 

2 a
Curso, festa, comprar roupa, prova.
Por que já se tornou uma rotina estou acostumada ou acostumada

b
Votar Cortar o cabelo Nunca votou e não sou muito de cortar o cabelo
Dificuldade de escolha, pois não sei qual será o resultado...

c
Futebol
Muitas regras e coisas que não entendo!

d
Entrevista de Emprego, votar...

Pagina 11

“É PESSOAL”


Pesquisa Individual 

Pag 12 e 13

Emoção vs. Razão

O equilíbrio entre a emoção e a razão não é fácil de atingir. Saber gerir sentimentos torna-se tarefa difícil e muitas das nossas decisões acabam mesmo por ser influenciadas pelas nossas emoções.

Há quem defenda que para conseguirmos decidir com inteligência há que encontrar o equilibro entre a emoção e a razão.

Os próprios gestores que têm sido treinados para trabalhar a sua racionalidade e controlar as suas emoções admitem que muitas das suas decisões são tomadas com base nas suas intuições. A racionalidade pode não ter o mínimo de valor quando as emoções falam mais alto. Razão e emoção não andam de costas voltadas.

Antigamente os nossos sentimentos deveriam ser reprimidos e controlados para não perturbar o nosso raciocínio lógico.

As emoções tomam conta das nossas relações. E isso aplica-se às relações profissionais. As pessoas com qualidades de relacionamento humano têm mais oportunidades de alcançar o sucesso.

Importância das emoções:

Tomadas de Decisão

As nossas emoções são uma fonte valiosa de informação e ajudam-nos a tomar decisões. Estas são resultado não só da razão, mas da junção de ambas.

Comunicação

As nossas emoções ajudam-nos a comunicar com os outros. Logo, em todas as relações que estabelecemos as emoções representam um importante papel. A nível profissional e humano elas são decisivas.

Mas cuidado…. Por vezes as nossas emoções também nos podem prejudicar.

Há quem aproveite a nossa vulnerabilidade para alcançar os seus objetivos profissionais. Alguém pode tentar aproveitar as nossas emoções e sair beneficiado.

Página 14 

Ética: Ética significa o que é bom para o indivíduo e para a sociedade, e seu estudo contribui para estabelecer a natureza de deveres no relacionamento indivíduo - sociedade.

Moral: Conjunto de costumes e juízos morais de um indivíduo ou de uma sociedade; teoria que visa orientar a ação humana submetida ao dever e com vistas ao bem; conjunto de normas livre e conscientemente aceitas que visam organizar as relações dos indivíduos na sociedade.
Virtude - Equivale a capacidade, aptidão, e significa a habilidade, facilidade e disposição para levar a efeito determinadas ações adequadas ao homem.

Vício - É o pendor para agir de forma inadequada. É o oposto da virtude.
Prazer é sentir uma sensação de bem-estar. Uma pessoa pode ter prazer sem se demonstrar alegre, e vice-versa. Mas, socialmente, as pessoas costumam demonstrar alegria ao sentir prazer, o que pode ser bom ou mau para as outras pessoas, dependendo do contexto.
Dor é uma sensação desagradável, que varia desde desconforto leve a excruciante, associada a um processo destrutivo atual ou potencial dos tecidos que se expressa através de uma reação orgânica e/ou emocional.
Conhecimento - Apropriação intelectual de determinado campo empírico ou ideal de dados, tendo em vista dominá-los e utilizá-los.
Alma é um termo que deriva do latim anǐma, este refere-se ao princípio que dá movimento ao que é vivo, o que é animado ou o que faz mover. De anǐma, derivam diversas palavras tais como: animal (em latim, animalia), animador, ...
Religiosamente definida como um ser independente da matéria e que sobrevive à morte do corpo, que se julga continuar viva após a morte do corpo, podendo o seu destino ser a beatitude celestial ou o tormento eterno.
Prazer é sentir uma sensação de bem-estar. Uma pessoa pode ter prazer sem se demonstrar alegre, e vice-versa. Mas, socialmente, as pessoas costumam demonstrar alegria ao sentir prazer, o que pode ser bom ou mau para as outras pessoas, dependendo do contexto.

Dor é uma sensação desagradável, que varia desde desconforto leve a excruciante, associada a um processo destrutivo atual ou potencial dos tecidos que se expressa através de uma reação orgânica e/ou emocional.

Conhecimento - Apropriação intelectual de determinado campo empírico ou ideal de dados, tendo em vista dominá-los e utilizá-los.

Alma é um termo que deriva do latim anǐma, este refere-se ao princípio que dá movimento ao que é vivo, o que é animado ou o que faz mover. De anǐma, derivam diversas palavras tais como: animal (em latim, animália), animador, ...
Religiosamente definida como um ser independente da matéria e que sobrevive à morte do corpo, que se julga continuar viva após a morte do corpo, podendo o seu destino ser a beatitude celestial ou o tormento eterno.


Pagina 14 e 15

1. Ética
Parte da Filosofia prática que tem por objetivo elaborar uma reflexão sobre os problemas fundamentais da moral. A Ética é fundamentada num conjunto das regras de conduta consideradas como universalmente válidas.

2. Moral
Finalidade e sentido da vida humana, os fundamentos da obrigação e do dever, natureza do bem e do mal, o valor da consciência moral.

3. Virtude
Em um sentido ético, a virtude é uma qualidade positiva do indivíduo que faz com que este aja de forma a fazer o bem para si e para os outros. Platão considerava a virtude como inata, como uma qualidade que o indivíduo traz consigo e que, portanto, não pode ser ensinada.

4. Vício
Em um sentido moral, o vício se opõe à virtude, e corresponde a uma falha ou falta moral habitual que leva o indivíduo a cometer delitos, a infringir princípios morais.

5. Prazer
Uma das dimensões básicas da vida afetiva, o prazer opõe-se à dor e ao sofrimento, caracterizando-se pela consciência a satisfação de uma tendência ou desejo. Podem-se distinguir os prazeres físicos, derivados dos sentimentos, dos prazeres intelectuais, em que o elemento intelectual, como na apreciação de uma obra de arte, se sobrepõe ao sensorial.

6. Dor
Sensação de sofrimento, decorrente de lesão e percebida por formações nervosas especializadas. Mágoa, pesar.

7. Conhecimento
Procurar, saber, conhecer. Função ou ato da vida psíquica que tem por efeito tornar um objeto presente aos sentidos e à inteligência. Apropriação intelectual de determinado campo empírico ou ideal de dados, tendo em vista dominá-lo e utilizá-los.

8. Alma
Princípio de vida. Conjunto de faculdades psíquicas, intelectuais e morais dum indivíduo.

Pagina 17


1. Moral são as regras colocadas perante a sociedade.
A moral dia o que é certo e o que é errado.

Pág. 17 e 18

1) A moral está ligada a instruções que recebemos, o que fazemos com o que aprendemos é que define moral e o senso crítico de uma sociedade sobre o que é certo ou errado

2) *Principio da vida
* A moral muda de acordo com os princípios das pessoas
* cada um tem a sua moral

3) É o modo de como você trata as pessoas procurando agir de maneira correta sem prejudicar ninguém.

4) * Não prejudicar ninguém
* Não favorecer a uma pessoa e desfavorecer a outra.
*Agir sem fazer mal a ninguém.


Pag 18

Moral:
A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.

Blaise Pascal

A moral, propriamente dita, não é a doutrina que nos ensina como sermos felizes, mas como devemos tornar-nos dignos da felicidade.

Immanuel Kant

A paciência é a fortaleza do débil e a impaciência, a debilidade do forte.

Immanuel Kant

Ética

Ética é o limite que faz com que uma pessoa diga não a si mesma.

O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete.

Aristóteles

A dúvida é o principio da sabedoria.

Aristóteles

A confusão que acontece entre as palavras Moral e Ética existem há muitos séculos. por isso suas citações se parecem tanto, Ética, se defini como um “conjunto de valores que orientam o comportamento do homem em relação aos outros homens na sociedade em que vive, garantindo, outrossim, o bem-estar social”, ou seja, Ética é a forma que o homem deve se comportar no seu meio social.
Já a Moral sempre existiu, pois todo ser humano possui a consciência Moral que o leva a distinguir o bem do mal no contexto em que vive.

Página 18

3. A ética questiona a moral.
A ética é a relação entre a razão e o sentimento, é tentar explicar a moral (razão) com atos provocados pelo sentimento.

Lição de casa

1. Eu penso no que será o melhor para mim e nas conseqüências que terá no futuro. Eu nunca sei se estou realmente no caminho certo, só tento agir de forma racional sem ter que atingir as pessoas.

2. Sempre pensando nas conseqüências que terei.


Pagina 18

4 -Cite três frases que lembram conteúdos éticos.
R-"Sócrates é meu amigo,mais sou mais amigo da verdade...","O amor pode morrer na verdade,a amizade pode morrer na mentira." e "Ó beleza!Onde está a tua verdade?"


pág. 19

3. Conhecer o certo e saber as conseqüências do errado.



Paginas 20, 21 e 22...


1. bater
2. enfrentar obstáculos
3. assalto
4. não sentir, não querer
5. Doce
6. amores
7. quer mais sem custo
8. economizar
9. jogar dinheiro fora
10. aparência
11. Especial
12. Um decote
13. sem opinião
14. humilde
15 ser bonito e pronto
16. sem futuro
17. lutar
18. tudo por bem material
19. anti-social
20. se distrai
21. rancor
22. incapaz
23. verdadeiro sem mentiras
24. eu sou melhor
25. preguiça
26. saber amar
27. zoar com algo
28. sem respeito
29. união
30. sem malicia
31. sem pensar
32. paz
33. medo de se entregar
34. ódio
35. opinião
36. não se aceitar

PAGINA 20/21/22


1- fugir do medo
2-enfrentar obstáculos
3-ser valente/assalto
4-não ter sentimentos afetivos por nada e nem ninguém
5- ter prazeres porem ser cauteloso
6-amores
7- querer mais sem custos
8- generosidade/ser generoso
9- usar em excesso/jogar dinheiro fora
10- baixeza/ ser mesquinho
11- deslumbrante
12- uma blusa decotada
13- ser modesto/não ter ambição
14- humildade
15- se arrumar/ficar bonito
16- preguiça/ ser preguiçoso
17- ter cautela
18- querer alem do que se pode
19- qualquer coisa/tanto faz/frieza/desapego
20- ser gentil
21 - se irritar com facilidade
22- incapacidade
23- não mentir
24- se exaltar
25- ser grosseiro/gritar
26- saber amar
27- caçoar de alguém ou de algo
28- bravo/irritado
29- união
30- tolerância/paciência
31- falta de vergonha
32- moderação
33- falta de coração/insegurança
34- intenção maldosa
35- se indignar com justa causa sobre um determinado assunto
36- cobiçar

Página 23

2- A partir do momento que o ser é completo e sem medos da morte eles não agem com seus sentimentos, não se deixa guiar por fatos emocionais .

3- Utilizando da dor um modo de aproveitar-se de tudo como um jogo emocional, assim a dor acaba trazendo mais prazer do que a própria .

Página 23

2- A partir do momento que o ser é completo e sem medos da morte eles não agem com seus sentimentos, não se deixa guiar por fatos emocionais .

3- Utilizando da dor um modo de aproveitar-se de tudo como um jogo emocional, assim a dor acaba trazendo mais prazer do que a própria .

Página 24

4- A doença pode acarretar tanto como a dor ou a chantagem emocional causando prazer para quem a pratica .

5- Resumidamente é não agir por impulso, se não agirmos por impulso teríamos um julgamento puro .

6- O texto afirma que de todas as outras formas de felicidade, resumidamente a mais importante é preservar a amizade .

7- Quando usamos o prazer de forma impulsiva e sem refleti - lá acarreta dores bem maiores

Página 24

4- A doença pode acarretar tanto como a dor ou a chantagem emocional causando prazer para quem a pratica .

5- Resumidamente é não agir por impulso, se não agirmos por impulso teríamos um julgamento puro .

6- O texto afirma que de todas as outras formas de felicidade, resumidamente a mais importante é preservar a amizade .

7- Quando usamos o prazer de forma impulsiva e sem refleti - lá acarreta dores bem maiores

Sócrates 

Página 25 

2- significa q é só uma separação p/ os dois

3- dor é passageiro e enquanto se tem o prazer desejado acaba sentindo mais prazer do q da pq é uma coisa que todos tem em sentido diferentes

Página 26

4- Porque Maximo que ela pode fazer é levar até a morte

Página 27

Liberdade - Capacidade de poder agir por si mesmo, com autodeterminação, independentemente de toda a coerção exterior.

Responsabilidade é a obrigação a responder pelas próprias ações, e pressupõe que as mesmas se apoiam em razões ou motivos.

Projeto: é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Os projetos e as operações diferem, principalmente, no fato de que os projetos são temporários e exclusivos, enquanto as operações são contínuas e repetitivas.

Página. 40

Autonomia Filosoficamente, o conceito de autonomia confunde-se com o de liberdade, consistindo na qualidade de um indivíduo de tomar suas próprias decisões, com base em sua razão individual.

Heteronímia é um conceito criado por Kant significando as leis que recebemos. Ao contrário de autonomia, consiste na sujeição do individuo à vontade de terceiros ou de uma coletividade. É conceito básico relacionado ao Estado de Direito, em que todos devem se submeter à vontade da lei. Outrossim, Do grego heteros (DIVERSOS) + Nomos (REGRAS), a heteronomia é a característica da Norma Jurídica, que esclarece ser esta imponível à vontade do destinador.

Imperativo categórico é um dos principais paradigmas da filosofia de Immanuel Kant. Sua ética e moral terão por base este preceito. Para o filósofo alemão, imperativo categórico vem a ser o dever de agir na conformidade dos princípios que se quer que sejam aplicados por todos os seres humanos.

Imperativo hipotético, ao contrário do Imperativo categórico, não é uma obrigação mas sim uma condição para chegar a um determinado fim

Pág. 42Biografia e idéias de Sócrates

Sócrates nasceu em Atenas, provavelmente no ano de 470 aC, e tornou-se um dos principais pensadores da Grécia Antiga. Podemos afirmar que Sócrates fundou o que conhecemos hoje por filosofia ocidental. Foi influenciado pelo conhecimento de um outro importante filósofo grego: Anaxágoras. Seus primeiros estudos e pensamentos discorrem sobre a essência da natureza da alma humana.

Sócrates era considerado pelos seus contemporâneos um dos homens mais sábios e inteligentes. Em seus pensamentos, demonstra uma necessidade grande de levar o conhecimento para os cidadãos gregos. Seu método de transmissão de conhecimentos e sabedoria era o diálogo. Através da palavra, o filósofo tentava levar o conhecimento sobre as coisas do mundo e do ser humano.

Conhecemos seus pensamentos e ideias através das obras de dois de seus discípulos: Platão e Xenofontes. Infelizmente, Sócrates não deixou por escrito seus pensamentos.

Sócrates não foi muito bem aceito por parte da aristocracia grega, pois defendia algumas ideias contrárias ao funcionamento da sociedade grega. Criticou muitos aspectos da cultura grega, afirmando que muitas tradições, crenças religiosas e costumes não ajudavam no desenvolvimento intelectual dos cidadãos gregos.

Em função de suas ideias inovadoras para a sociedade, começa a atrair a atenção de muitos jovens atenienses. Suas qualidades de orador e sua inteligência, também colaboraram para o aumento de sua popularidade. Temendo algum tipo de mudança na sociedade, a elite mais conservadora de Atenas começa a encarar Sócrates como um inimigo público e um agitador em potencial. Foi preso, acusado de pretender subverter a ordem social, corromper a juventude e provocar mudanças na religião grega. Em sua cela, foi condenado a suicidar-se tomando um veneno chamado cicuta, em 399 AC.

Algumas frases e pensamentos atribuídos ao filósofo Sócrates:

- A vida que não passamos em revista não vale a pena viver.
Algumas frases e pensamentos atribuídos ao filósofo Sócrates:

- A palavra é o fio de ouro do pensamento.
- Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
- É melhor fazer pouco e bem, do que muito e mal.
- Alcançar o sucesso pelos próprios méritos. Vitoriosos os que assim procedem.
- A ociosidade é que envelhece, não o trabalho.
- O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância.
- Chamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado.
- Há sabedoria em não crer saber aquilo que tu não sabes.
- Não penses mal dos que procedem mal; pense somente que estão equivocados.
- O amor é filho de dois deuses, a carência e a astúcia.
- A verdade não está com os homens, mas entre os homens.
- Quatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente.
- Quem melhor conhece a verdade é mais capaz de mentir.
- Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos.
- Todo o meu saber consiste em saber que nada sei.
- Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo de Deus.

Pág. 44
Descartes

Vida:
René Descartes
foi um filósofo, físico e matemático francês. Durante a Idade Moderna também era conhecido por seu nome latino Renatus Cartesius


via: 100 Repetentes